• Abertura da exposição Paisagem Cultural

    12801591_970766829678803_6899081713651518871_n

    No mês em que a Fundação Cultural Badesc comemora 10 anos, a instituição traz para Florianópolis a exposição coletiva Paisagem Plural, um recorte da melhor produção contemporânea do Rio Grande do Sul, com a curadoria de Ana Zavadil, atual curadora da Bienal do Mercosul.
    A exposição abre na quinta-feira, 10 de março, às 19h no Espaço Fernando Beck e reúne trabalhos de 20 artistas, que mostram na contemporaneidade a reinvenção da paisagem a partir da natureza, da cultura e da estética.

    Em Paisagem Plural, a paisagem é usada como foco conceitual das obras, em que a representação poética de cada artista vai desde a natureza em si mesma até a sua dimensão simbólica. A paisagem assume outros significados por meio de subjetividades, metáforas e narrativas, em que a intenção, as tramas e os encontros dão origem aos trabalhos que serão levados à visibilidade pública.
    Entre os artistas, Fernando Lindote, Walmor Corrêa, Beatriz Harger, Ana Mähler, Alexandra Eckert, Angela Zaffari, Beatriz Dagnese, Bianca Santini, Fábio André Rheinheimer, Flávio Morsch, Gustavo Rigon, Helena D’Ávila, Marlene Kozicz, Ricardo Giuliani, RosaliPlentz, Silvia Rodrigues, Umbelina Barreto, Vera Reichert, VerluMacke, e Zetti Neuhau.

    A mostra fica aberta para visitação até o dia 20 de abril.

    Serviço
    Abertura exposição coletiva Paisagem Plural
    10/03, às 19hs
    Fundação Cultural Badesc: Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis
    Entrada gratuita

  • A melhor casa do mundo, segundo o ArchDaily

    0188.TerraETuma.CasaVIlaMatilde-PKOK1776

    O ArchDaily, site de arquitetura mais acessado do mundo, promove um concurso internacional de projetos de arquitetura, em diversas categorias. A residência de Dalva Borges Ramos, na Vila Matilde, São Paulo, foi a vencedora na categoria melhor casa do mundo, sendo o único projeto brasileiro vencedor.

    O projeto é um exemplo de como a arquitetura pode transformar vidas.
    Após 30 anos trabalhando como diarista, Dona Dalva estava com problemas estruturais em sua casa, que causaram infiltrações e a queda do teto. Com poucos recursos disponíveis, contratou três jovens arquitetos do escritório Terra e Turma.

    A casa antes da reforma
    A casa antes da reforma

    Com R$ 150 mil – incluindo os custos do projeto – os arquitetos ergueram uma casa simples, mas bonita e confortável. Por meio de uma estrutura com blocos aparentes, a obra foi pensada com sala, lavabo, cozinha, área de serviço, suíte e uma pequena horta. O local foi projetado para ser bem ventilado e com iluminação natural, mostrando que soluções inteligentes podem ser viáveis para ajudar famílias de baixa renda.

    0188.TerraETuma.CasaVIlaMatilde-PKOK1735

    Veja o projeto clicando aqui.

    Fotos: Pedro Kok

  • Inspiração pela arte

    post inspiraçao pela art

    A artista Almudena Lobera montou uma instalação na praia durante a Art Basel, que pretendia lembrar às pessoas a encontrar a arte no dia-a-dia. O conceito é simples, mas repleto de significado! Uma ótima semana a todos!